24 de jan de 2010

Enquanto isso, no Haiti…

Aproveitando-se da situação vivida pelo Haiti nos últimos dias, os EUA se estabelecem militarmente nos país – logo serão 20 mil soldados das forças armadas estadunidenses impondo seu domínio sobre um país arrasado por séculos de exploração e, agora também, por terremotos.

Muitos talvez perguntam-se: o que os EUA poderiam querer com o Haiti? Sem motivação econômica direta, o Haiti é na verdade uma país estratégico; a verdadeira motivação transcede as fronteiras haitianas. O objetivo principal dessa ocupação é assegurar o domínio político, econômico e militar da América Latina. Com sua presença na Colômbia, recentemente em Honduras e agora no Haiti, os EUA criam um cerco à nossa região e, em especial, ao movimento revolucionário de países como Bolívia, Ecuador, Nicarágua e Venezuela.

17 de jan de 2010

Enquete encerrada

Após 6 meses de votação, encerramos a enquete “Que tipo de mudanças na Política Econômica seriam mais eficazes para promover o desenvolvimento?”. Os resultados foram os seguintes:

- Conjunturais (expansionismo fiscal e monetário): 37%

- Estruturais (controle de capitais, regime de câmbio fixo subvalorizado, etc.): 62%

Dos 37 votos, 23 entendem que arrancar uma planta daninha pela raiz é bem mais eficaz do que aparar as pontas cada vez que ela cresce!

 

…E Começa a valer hoje a nova enquete, com vigência até 30 de junho. A pergunta é:

Qual é o rumo político-econômico ideal para o Brasil no pós-crise?

- Continuar como está

- Novo-desinvolvimentismo nacionalista

- Novo-liberalismo cosmopolita

Participe!